Marcadores

Consciência (52) espiritualidade (33) evolução espiritual (24) Transformações (21) 2012 (17) pesquisa (14) Livro (13) Vídeo (12) astronomia (11) meditação (11) Extraterrestres (10) Nibiru (10) Iluminação (9) Pai Joaquim (9) Maias (7) planeta x (7) provações (7) Clima (6) Eckhart Tolle (6) Regeneração (6) Tempestade solar (6) Terremoto (6) Universal (6) Alienígenas (5) Notícias (5) Universalista (5) aprimoramento espiritual (5) espiritismo (5) tempo (5) transição (5) transição planetária (5) Ramatis (4) Sai Baba (4) Saúde (4) Ufologia (4) artigo (4) climatologia (4) essência espiritual (4) música (4) tremores (4) Bhagavad-gita (3) Hercolubus (3) Mudanças climáticas (3) Seminário (3) Sumérios (3) Vulcão (3) asteroide (3) conflitos (3) consciência superior (3) crise econômica (3) desenvolvimento sustetável (3) documentário (3) erupção (3) palestras (3) sabedoria (3) sabedoria de vida (3) segundo sol (3) Allan Kardec (2) Annunakis (2) Atlantes (2) Deuses (2) Mistério (2) UFOs (2) Vimanas (2) amor fraterno (2) aquecimento global (2) calendário Maia (2) diabo tentador (2) econômia (2) mecanismos da mente (2) mente humana (2) naves (2) provas finais (2) video (2) 3 dias de escuridão (1) Anjo (1) Arqueologia (1) Atlântida (1) Canalização (1) Canalizações (1) Chackras (1) Chico Xavier (1) Ciência (1) Deus (1) Doutor Hansen (1) Educação Ambiental (1) Emmanuel (1) Enigma (1) Filosofia (1) Jesus (1) Manual (1) Medicina espiritual (1) Meteorologia (1) O poder do agora (1) Ovnis (1) Propostas (1) Ramatís (1) Raul Seixas (1) Teletransporte (1) Yoga (1) abduções (1) alimentação (1) amor (1) astro Higienizador (1) astro intruso (1) auroras (1) bem-estar (1) chegada dos extraterrestres (1) conasebe 2015 (1) conversas (1) criança de Marte (1) criança Índigo (1) crianças índigos (1) desenvolvimento sustentável (1) divulgação (1) eu superior (1) exôdo (1) falsos profetas (1) filmes (1) garoto Boriska (1) kit de sobrevivência (1) libertando (1) luz (1) mediunidade (1) mundo de regeneração (1) parcerias (1) praticando o poder do agora (1) profecias (1) programas (1) publicidade (1) sustentabilidade (1) temas (1) tratamento espiritual (1) áudios (1)

terça-feira, 19 de junho de 2012

Desenvolvimento Sustentável


 Desenvolvimento sustentável

        Vivemos em um sistema Capitalista (Neoliberalista),  na qual a sua principal ideologia é a produção ilimitada, o lucro, o mercado, visando o progresso e o desenvolvimento econômico, mas uma das grandes preocupações que defrontamos na atualidade é com o esgotamento dos nossos recursos naturais e a destruição desenfreada do Meio ambiente. 
   De alguma maneira todas as civilizações do passado  foram civilizações baseadas em biomassa,  pois dependiam bastante de produtos provenientes da biomassa,  produção de alimentos naturais,  extração de madeira para construção de abrigos e  fibras para confecções de roupas. O nosso problema não é retroceder ao modo de vida primitivo, mas promover a transformação do conhecimento de conservação, baseado no equilíbrio, na convivência com os ecossistemas naturais, na reposição da biomassa explorada,  nos primórdios era uma interação de equilíbrio entre o homen e a natureza, uma noção que algumas civilizações tiveram  a muito tempo atrás, mas que na atualidade, essa lógica, esse equilíbrio foi se perdendo, com o passar do tempo.
     A sociedade atual possui não apenas uma enorme dívida social, mas também uma enorme dívida ecológica, para que essa situação se equilibre, temos que utilizar a ciência de ponta com enfâse em Biotecnologia, ecologia e Biologia, a união da Biodiversidade, da Biomassa e da Biotécnica, ou seja “B” ao cubo. É importante que a  Biodiversidade não fique restrita apenas ao inventário de genes e espécies,  pois esse conceito também envolve um conjunto muito complexo e ainda mais amplo, pois liga o Ecossistema a paisagem, a Biodiversidade e a diversidade cultural estão entrelaçadas , em um processo de evolução, que é a co-evolução.
    "De acordo com o pensador Indiano M. S. Swaminathan , é muito importante a criação de uma ciência nova baseada na conservação de Biomassa, que interliga três disciplinas, como a Ecologia política, a Sociologia e a Econômia, ela  propõe uma nova maneira de enxergar o mundo, uma nova vertente de desenvolvimento social e econômico.para que a sociedade tenha o melhor entendimento do papel da tecnologia para uma nova maneira de fazer ciência e lidar com a vida. É importante ressaltar que Ignacy Sachs defende a idéia do pensador indiano M. S. Swaminathan de que "uma nova forma de civilização, fundamentada no aproveitamento sustentável dos recursos renováveis, não é apenas possível, mas essencial". Para o economista, a civilização precisa cancelar a enorme dívida social acumulada e, ao mesmo tempo, reduzir sua dívida ecológica". 
   Ele defende que a biomassa coletada ou produzida em terra e na água pode ser utilizada para diferentes fins, otimizados pela sua adaptação às diferentes condições agroclimáticas e socioeconômica, esse sistema é uma grande oportunidade para os paises tropicais como o Brasil em particular, por poderem pular etapas para chegar a uma moderna civilização de biomassa, alcançando uma endógena “vitória tripla”, ao atender simultaneamente os critérios de relevância social, prudência ecológica e viabilidade econômica, os três pilares do desenvolvimento sustentável.
    O desenvolvimento sustentável proposto pelo economista é baseado na apropriação efetiva de todos os direitos humanos, políticos, sociais, econômicos e culturais, incluindo-se aí o direito coletivo ao meio ambiente, sustentabilidade não é apenas ambiental, mas social, cultural, econômica, de governabilidade política e até do sistema internacional, é um conjunto interdisciplinar, onde envolve várias áreas ligadas ao meio ambiente, ao meio social e também a conservação da Biomassa.
      É  muito importante que esse tipo de conhecimento, seja acessível a propriedade rural, aos fazendeiros, para que tenham uma certa noção dos conceitos de sustentabiliade, ligada a biotecnologia,  é importante promover o desenvolvimento, mas sem esquecer da conservação e da reposição da Biomassa , para que se estabeleça um equilíbrio, entre a extração, a exploração de matéria-prima, com a reposição e recuperação do que foi degradado, para que assim não se esgotem os recursos naturais, o estresse sobre o Meio Ambiente atualmente é enorme, a natureza não suporta, não há tempo disponível para que ela consiga se recuperar, pois o intenso desmatamento, a atividade predatória é maior do que a própria capacidade de suporte, para a reposição da massa vegetal.
     A onda de conscientização ambiental é  recente, pois observamos durante toda a história da humanidade, a grande ignorância do ser humano, vemos o excesso de desmatamento, houve a revolução industrial, que trouxe um sistema insustentável, baseado na exploração, na destruição de Biomassa sem se preocupar com a preservação, ou mesmo a reposição. 
Os gases poluentes liberados pelas grandes indústrias, se espalham sobre a atmosfera, causando problemas respiratórios a população, o fato é que  muitas dessas empresas ainda não  utilizam filtros especiais em suas chaminés.
    O investimento de muitos anos em bombas atômicas, como principal exemplo as bombas de Hiroshima e Nagasaki, na Segunda Guerra Mundial, bombas nucleares que hoje possuem a capacidade de destruir a vida do planeta várias vezes, sem contar as usinas nucleares que em diversos acidentes como o de Chernobyl, contaminaram extensas regiões ricas em recursos naturais.
      A preocupação pelos recursos naturais, pela própria preservação do Meio Ambiente são novas questões, assuntos recentes e da atualidade, a alguns anos atrás não se comentava tanto a respeito do desenvolvimento sustentável,  educação ambiental era um sonho,  vivemos um momento em que as matérias-primas estão se esgotando, a Biomassa está sofrendo muito estresse, resultado da exploração abusiva e predatória do homen, estamos muito além do limite do que a natureza possa suportar.
     
      Tudo o que podemos aproveitar está no Meio Ambiente e até no espaço, temos várias alternativas a qual seria muito importante para investimentos: podemos retirar energia dos ventos ,(energia eólica), através da instalação de equipamentos com hélices e turbinas, que podem ser instaladas em todo o litoral do Brasil, principalmente na região Nordeste. Nessa região os ventos sopram praticamente o ano todo, as correntes de ar são fortes e frequentes o que pode gerar muita força  para as turbinas através da rotação das hélices, que assim gera energia, a instalação de placas solares (energia solar), que absorve a energia ilimitada do sol, representa uma fonte renovável , que gera energia infinita, uma forma simples e inteligente de ser utilizada, temos os biocombustíveis , métodos que poderiam muito bem substituir o petróleo, mesmo que seja aos poucos, para dar tempo para a economia mundial se adaptar aos métodos revolucionários, além de que o método reduziria de forma significativa a liberação de todos os tipos de poluentes.
        Os recursos que temos para se produzir combustível são inúmeros , podemos retirar óleo da mamona, do pequi, da canola, do babaçu retiramos o óleo para se fabricar shampoo, sabonete, creme e ainda aproveitamos os seus restos naturais como a casca para se fazer carvão vegetal. Para produzir energia, podemos utilizar o Biogás, resultado do processo de fermentação do lixo por diverso tipos de bactérias. Existe a energia nuclear que considero muito arriscada, os Japoneses já sabem muito bem dos seus efeitos e sofrem com isso, por terem instalado suas usinas em uma região muito instável, sujeita frequentemente a fortes abalos, devido a estarem localizadas em meio a placas tectônicas. 
    Essa energia nuclear é produzida através da fissão e reação de diversas partículas e elementos radioativos,  o seu principal problema é o alto risco de contaminação que o método apresenta,  pelo vazamento de radiação, que contamina o Meio Ambiente  e as civilizações como todo, causando aos seres humanos algumas anomalias e deformações físicas, mutações e doenças cancerígenas, que são passadas de geração para geração, pois os elementos radioativos e agressivos são passados aos genes e contaminam de forma significativa o DNA. Os dejetos radioativos se não forem devidamente isolados com segurança e jogados em material apropriado, podem contaminar o solo e em seguida o lençol freático.
    Um método interessante de produção de energia , é a utilização de plataformas, flutuadores para se retirar a energia das ondas do mar, onde pode-se utilizar flaps que captam a energia mecânica das ondas para a rotação das hélices das turbinas que assim geram energia. Na maré alta as ondas entram nas turbinas e geram muita energia,  na passagem para a maré baixa, o volume de água retorna, volta a bater nas turbinas e gera novamente mais energia,uma fonte muito criativa e interessante  para o Brasil, por apresentar principalmente um extenso litoral e abundância de ondas.
       O desenvolvimento sustentável é o caminho para as novas gerações, o sistema em que vivemos precisa ser reformulado, é importante que esse tipo de desenvolvimento esteja acessível a toda a comunidade, que seja aplicado na econômia, que as grandes empresas tornem viável a substituição dos produtos que causam danos ao meio ambiente, por produtos feitos de material reciclável ou natural, mas que permitam a valorização desses produtos no mercado, com um valor que seja acessível as classes mais baixas, para que possa reduzir e bastante o estresse sobre a Biomassa, para que a mesma possa se reconstituir.
     Com o passar dos anos o Meio ambiente poderá recuperar os seus recursos naturais, hoje corremos o grande risco de viver uma grave crise econômica Mundial, e isso deve-se também ao esgotamento desses recursos naturais, pois sem matéria-prima a econômia não funciona, sem o Meio ambiente não temos as condições necessárias para viver, pois tudo o que o homen precisa, ele retira da natureza, por isso a grande importância da humanidade estabelecer, por em prática o desenvolvimento sustentável, é importante que isso ocorra o mais rápido possível, pois a degradação já estrapolou o limite, já ultrapassou o nível em que a natureza possa suportar.


Referências:
Caminhos para o desenvolvimento Sustentável
Autora: Ignacy Sachs
Copyright 2000. Ignachy Sachs, Editora Garamond Ltda
Rio de Janeiro, Brasil
96 p.; 12x 21 cm

Nenhum comentário:

Postar um comentário